3.31.2010

Curtas

ALENTEJANO

Um alentejano chega a um prostíbulo e pergunta:
- Quanto custa uma menina?
- Depende do tempo.
- Bom..., suponhamos que chove.

CONFISSÃO

Vai um monge confessar-se e diz para o padre:
- Padre, fiz amor com uma preta num quarto escuro... É pecado?
- Não, meu filho. É muita pontaria!

NO DEPARTAMENTO DE IMIGRAÇÃO

- Sexo?
- Três vezes por semana.
- Não... eu quero dizer masculino ou feminino?
- Não importa.

ALFÂNDEGA

Joaquim chega ao aeroporto todo carregado de malas.
Quando já ia a embarcar, viu o seu amigo brasileiro, que era fiscal da alfândega. Este, gritou-lhe de longe:
- E aí, Joaquim? Tudo jóia?
- Tudo não! Metade é cocaína.

A JOVEM

Um camionista pára a sua viatura à beira da estrada e dá boleia a uma bela jovem. Depois de conversarem um pouco, ambos decidiram parar para comer qualquer coisa e acabam por ir para o quarto de um motel. Enquanto a jovem se despe, o homem pergunta-lhe:
- Diz-me lá: que idade é que tens?
- Treze.
- ...Por amor de Deus! Veste-te imediatamente e vai-te embora daqui!
- Olha..., outro supersticioso!

A OVELHA E O CARNEIRO

Diz a ovelha para o carneiro:
- Tens tão pouca lã...
E diz ele:
- Então, mas viemos para aqui para dar uma queca, ou para fazer tricô?!

COMO UM TOURO

Uma mulher, toda boazona, vai ao médico:
- Sr.Doutor : queria que fizesse algo pelo meu marido... Algo que o fizesse ficar como um touro!
- Muito bem, senhora, Dispa-se, que vamos começar pelos cornos!

AO TELEFONE

- Alô! A minha sogra quer atirar-se pela janela!
- Enganou-se no número... aqui é duma carpintaria!
- Eu sei,.. mas é que a janela não abre!

3.10.2010

O alentejano e a carta de condução

Dois GNR na berma de uma estrada, no distrito de Beja, vêem passar um carro a mais de 160 km/h.
Diz um para o outro:
"Aquele não é o gajo a quem apreendemos a carta na semana passada, por excesso de velocidade?"
"Era pois." - Respondeu o segundo. "Vamos caçá-lo!"
Uns Kms mais adiante, já com o carro parado, um dos GNR chega-se ao pé dele e pergunta-lhe:
"A sua Carta de Condução?...."
"Mau, mau!" - Responde o alentejano. - "Atão??? perderam-na??!!!"